O estresse e o adoecimento nos tempos atuais! Aprenda a prevenir.

Atualizado: 21 de nov. de 2020



Enumerei para você nesse checklist, os sintomas físicos do estresse e dicas para que, você consiga reduzir e até mesmo eliminar esse quadro. Sim, o estresse descarrega no nosso corpo e sentimos vários sintomas, mas tem jeito.


Aqui nesse artigo, faço um compilado sobre todo esse assunto, além de já ter aqui no blog uma outra publicação mais conceitual - confere lá.


Falando nesse tema, precisarei abordar vários pontos. Vamos lá!


Existem vários tipos de estresse: Agudo, agudo episódico, crônico, pós-traumático (TEPT - Transtorno do estresse pós- traumático), esse último tem classificação nos Manuais Diagnósticos Psiquiátricos!

Consulte seu médico.


O que pode ocasionar o estresse?

Momentos importantes na vida, por exemplo, términos de relacionamentos, mudança de emprego, ou até mesmo a morte de um ente querido, excesso de trabalho, mudança de escola, migração de carreira, decretar falência, crise financeira, doença em algum familiar, ou até mesmo em você, gestação e/ou nascimento de um filho, trânsito, relacionamentos quando são tóxicos e abusivos (lembrando que esses abusos podem ser no emprego por um chefe, pelo marido, esposa, pelos pais, irmãos, amizades, etc.), ritos de passagens - casamento, formatura, separação ou divórcio, aposentadoria, etc, ou seja qualquer coisa, que altere sua rotina e coloque seu cérebro em um estado de alerta, liberando mais cortisol e mais adrenalina.


Além disso, podemos ter o estresse motivado por algum trauma mais grave, como por exemplo, assassinato, acidentes, agressão física, assalto, estupro, tiroteio, etc. Esse tipo de estresse é o TEPT.

Pessoas deprimidas, ansiosas e que utilizam drogas lícitas ou ilícitas, também podem sofrer do estresse. Qualquer coisa, que te deixe em um estado de alerta. É isso, que traz o mal estar e desconforto, que geram sintomas físicos.


O estresse tem suas fases:

* Alerta é a fase em que, o corpo se prepara para luta ou fuga e já sentimos os sintomas físicos, por exemplo, aumento da pressão, taquicardia, sudorese nas mãos, etc;

* Resistência é a fase em que, o organismo tenta se restabelecer e voltar ao estado normal, em que demanda muita energia e a pessoa pode sentir tontura, cansaço, mal estar, formigamento, afetar a memória, etc;

* Exaustão é a fase em que, as doenças começam a aparecer. O corpo está avisando que, não consegue lidar com o estresse. Exaustão mental, física, emocional, insônia, ansiedade, irritabilidade, angústia, hipersensibilidade emotiva, sintomas no corpo e doenças.


Se você sente isso com frequência, procure um médico urgente e faça terapia também. A terapia é de extrema importância nesses casos, aliás é uma série de tratamentos complementares, associados aos cuidados médicos e psicológicos. Cuidar do estresse não é nada fácil, pois muita das vezes, você tem o estímulo no ambiente de trabalho, familiar, etc, e são locais e situações que, fogem ao seu controle, não há como evitar.

A terapia irá te auxiliar a lidar com essas ciladas, pois o ambiente e as pessoas não vão mudar, mas você sim, terá mudanças e transformações.


Eu mesma vivenciei o estresse, devido a carga pesada do final da faculdade (TCC) e a perda de uma pessoa amada no percurso acadêmico - minha mãe. Em seguida minha gata de 16 anos também faleceu. Isso tudo foi acumulando e parecia impossível ter que lidar com o artigo científico, toda aquela pressão do final do curso, lidar com as perdas, o desemprego e relacionamentos tóxicos.

O estresse leva tempo para aparecer e te causar danos.


Com isso, o estresse foi tendo vazão nos meus olhos e fiquei com o risco de desenvolver glaucoma. A minha "sorte" é que sou consciente e faço terapias já fazem muitos anos. Faço com psicóloga e também outras complementares - florais é uma delas.

Investir em mim e no autocuidado, me possibilitou descobrir o problema no começo e impedir, que a doença se instalasse e ocasionasse a perda da minha visão.

É isso que, significa trabalhar a prevenção.

É bem mais fácil.

Agora quando a doença já está instalada, alguns danos são irreversíveis.


Eu tive 2 pacientes na clínica psicológica, com o mesmo problema: Cegueira por estresse!

É real! Pessoas tem doenças crônicas, por causa do estresse!

Uma delas conseguiu operar e recuperou a visão, mas a outra perdeu a visão já fazem mais de 12 anos. Isso poderia ter acontecido comigo, caso eu não me cuidasse e conseguisse prevenir essa doença.

Entende?

Então esse papo de fazer terapia não é bobagem não!


Observe os aspectos de adoecimento coletivo, que irei abordar agora:


Vivemos em uma sociedade adoecida e adoecedora!

Nossos atravessamentos sócios-culturais são adoecedores (basta olhar nossa cultura do patriarcado machista). As questões sociais, sempre vem impregnadas de discursos de ódio. Basta olhar para questões como, racismo, intolerância religiosa, diversos preconceitos, causa LGBTQI+, dentre tantos... Obviamente seremos atingidos.

Ninguém passa impune ao adoecimento, por uma sociedade adoecida e que nos adoece diariamente!


Você sabia. que doenças são produzidas socialmente?

Posso dar-te claramente dois exemplos clássicos: a histeria nervosa nas mulheres, na época da Revolução Industrial e em tempos atuais TAG (Transtorno de Ansiedade Generalizado). Quantas pessoas que você conhece, que sofre de ansiedade? Pior de tudo, é que isso evolui em um leque de CID (Classificação Internacional de Doenças) em que, um transtorno vai desencadeando outro - nem vou mencionar os diversos transtornos provenientes da ansiedade.


Mas o que foi que ocasionou esse transtorno de ansiedade na contemporaneidade?

O Capitalismo!


Daí vem questões como, o imediatismo, medicalização da vida, patologização da vida, um vulcão explodindo cheio de distúrbios, novas classificações pela psiquiatria, a internet que traz a notícia imediata, esse mundo veloz em que vivemos numa correria desenfreada, que se a gente parar nos afundamos, falta de vínculos emocionais, relações líquidas, ausência de responsabilidade emocional com os outros, falta de empatia, discurso de ódio, etc. Não paramos com doença, não paramos com perda de alguém que amamos, não paramos de modo algum, porque se pararmos somos diagnosticados e medicalizados.

Não servimos para o sistema! Estamos mortos!

Como não adoecer? Como não sofrer de ansiedade?


Então bato na tecla: Faça terapia e previna-se. Cuide de si!

É o único modo de se prevenir desse caos.

E caso o caos já esteja instaurado, é o único modo de tentar revertê-lo.

Autocuidado nunca é demais.


Venha conhecer meu trabalho mais de perto.

Acesse minha Landing Page aqui no site e conheça minhas redes sociais.

Lá tem muito mais possibilidades de conteúdo, do que por aqui.

Sem contar a interação que é bem maior.

Dia a dia, te ajudo a entender melhor esse universo que existe dentro de nós.


@renata.ribeiro.terapias

Seja bem vindo (a)!


Com todo meu carinho e empatia a você.

Att. Renata Ribeiro.


#terapiaonlineniteroi #terapiafloralonlineniteroi #terapeutafloralonlineniteroi #terapiafloral


9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo